USP em Greve – Funcionários e Professores protestam por aumento salarial

Postado por Mariana Manetta em 13/jun/2018


Acadêmicos e alunos pedem reajuste das bolsas, reposição e contratação de professores

Uma manifestação organizada por professores, funcionários e alunos tomou o cruzamento da Rua  Camargo com a Av. Vital Brasil, na manhã dessa quarta-feira (13). Entre as reivindicações, os funcionários pedem a contratação de mais quinhentos professores, abertura de alas do Hospital da USP, como o Pronto Socorro Infantil e aumento no salário.

 

Segundo Magno Carvalho, diretor do SINTUSP- Sindicato dos Trabalhadores da USP, a Universidade sofre com o sucateamento: ” Vários funcionários estão sem reposição. Há quase cinco anos nossos salários estão congelados e o aumento de 1,5%, fornecido pela reitoria, é injusto, perto do salário que eles recebem de R$ 31 mil reais, depois do reajuste.”

 

No ultimo dia 5 junho, a Assembleia de SP aprovou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 5, que eleva o teto salarial para diretores e supervisores de ensino para R$30 mil.

“Enquanto a reitoria não negociar conosco a USP está em greve”, disse Magno Carvalho.

A manifestação segue para a reitoria da USP.

Nossa Agenda