“1968 – Como Está Não Vai Ficar”; novo projeto do CINUSP é destaque do nosso Bloco 8

Postado por Mariana Manetta em 29/out/2018


O CINUSP começa hoje uma temporada relembrando 1968 com o título” 1968: como está não vai ficar”, exibindo diferentes perspectivas dos eventos que marcaram um dos anos mais turbulentos do século XX. A mostra reúne 23 filmes sobre o período, desde obras mais panorâmicas e análises posteriores que buscam refletir sobre os eventos.

16h – Três filmes – Parque da punição + now + panteras negras·
 O primeiro filme é Parque da punição –  Uma equipe de reportagem acompanha membros de grupos da contracultura postos no “Parque da Punição”, área de julgamento e condenação de pessoas ditas “subversivas”.  Elas são sentenciadas a tentar escapar dos policiais que as perseguem dentro do parque.  Polêmico na época do lançamento, o filme dá voz a revolucionários e contrarrevolucionários, opondo-os em conflito direto e levantando duras e profundas questões sobrediversos aspectos conservadores e repressivos da sociedade e da política   americanas. Estados Unidos, 1971,91’.  Direção: Peter Watkins.

O segundo é Now!  – Filme de montagem do mestre do documentário cubano, Santiago Alvarez, que associa de maneira contundente violentas cenas de racismo nos Estados Unidos à canção folclórica hebraica Hava
Nagila e à mais jazzística Now, na voz de Lena Horne. Cuba, 1965, 5’. Direção: Santiago Alvarez.

 E por último os Panteras Negras – Curta-metragem documental sobre o Partido dos Panteras Negras, organização revolucionária que defendia os direitos dos negros americanos, fundada em 1966. As imagens são filmadas durante o verão de 1968, quando Huey Newton, líder e fundador do partido, é preso, e
enfatiza as lutas do grupo de forma positiva. Estados Unidos, 1968,
26’. Direção: Agnès Varda.

Sala Cinusp

Rua do Anfiteatro, 181 – Colméia Favo 04  – Cidade Universitária. SP     

 

19h – Matheus Barbosa –  SESC Consolação     
Mineiro, de Ipatinga, Matheus Barbosa trabalhou com grandes nomes da música brasileira, como Vander
Lee, Cláudio Venturini, Chico Amaral, Márcio Bahia e Enéias Xavier. Guitarrista, professor e produtor musical, atua no cenário da MPB, pop e instrumental. Estudou com Celso Moreira, Beto Lopes e outros grandes nomes do
gênero musical. Participou do Jovem Instrumentista BDMG e do Novos Talentos Savassi Festival. Em 2010, venceu a 10ª edição do Prêmio BDMG Instrumental. Lembrando então que Matheus Barbosa se apresenta SESC Consolação (Centro) hoje dia 29 de outubro (segunda). Às 19h.Preço: Grátis. Retirada de ingressos com 1 hora de antecedência, limitado a 1 ingresso por pessoa.

Matheus Barbosa –  SESC Consolação

Rua Doutor Vila Nova, 245 (Consolação)

       
18h – Happy Hour – Theatro Municipal de São Paulo

Hoje, segunda tem  Happy Hour no Saguão recital de Piano da Escola Municipal de Música com Leandro Isaac Motta e Lucas Gonçalves ambos pianistas. No programa FRÉDÉRIC CHOPIN –  Barcarola, Op. 60 FRANZ SCHUBERT – Fantasia em Fá Menor a Quatro Mão. Entrada gratuita. Retirada de ingressos com 1 hora de antecedência. Após o início da apresentação a entrada é proibida. Capacidade: 80. Hoje 29 de outubro segunda-feira às 18hs.

Happy Hour – Theatro Municipal São Paulo

Praça Ramos de Azevedo, S/N. Centro, São Paulo.

Nossa Agenda