Por que dia 09 de julho é feriado?

Postado por Athos F. Lima em 06/jul/2018


O Dia da Revolução Constitucionalista comemorado anualmente em 9 de julho é considerado feriado estadual em São Paulo. Esta data é uma homenagem ao movimento contra ditadura de Getúlio Vargas, realizado em 1932 pelos paulistas.

Através da Revolução de 1930, Vargas toma o poder com o apoio do estado de São Paulo, dentre outros, e começa a governar sem a Câmara dos Deputados ou outro órgão de origem democrática, o que preocupava seus aliados que desejavam a convocação de eleições para presidente e deputados.

Com o passar do tempo e a não convocação de uma nova Assembléia Legislativa, os representantes do Exército e os políticos paulistas se sentiram traídos, já que a exigência por uma nova Constituição era prioridade para a sociedade burguesa de São Paulo.

O estopim para este sentimento de revolta foi o assassinato de quatro estudantes paulistas em um conflito no dia 23 de maio, data que também entrou para história do estado.

A Revolução Constitucionalista, episódio que também foi chamado de “Guerra Paulista”, iniciou oficialmente no dia 9 de julho de 1932 e combateu contra o governo nacional durante três meses. O combate chegou ao fim em 2 de outubro de 1932, com a rendição dos paulistas.

Os jovens estudantes assassinados em defesa do movimento constitucionalista, Miragaia, Martins, Dráusio e Camargo MMDC, tornaram-se símbolos da revolução que foi batizada com suas iniciais e, também em homenagem a eles, o dia 23 de maio é reconhecido como feriado estadual, Dia da Juventude Constitucionalistae uma rua na região do Butantã leva suas iniciais.

Além disto, na capital paulista, o obelisco do Ibirapuera é um marco construído para simbolizar a dor da perda da vida dos estudantes.

Nossa Agenda